quarta-feira, 26 de agosto de 2015

O que estamos lendo?


Muitas narrativas para este terceiro bimestre:  Contos, mitos, crônicas, romances.

Os alunos do 7ªano, da  professora Tatiana, estão lendo lendas brasileiras; a professora Patricia indicou a leitura do clássico  Dom Quixote, de Miguel Cervantes, além do conto: Venha ver o por do sol, de Lygia Fagundes Telles para as turmas do 1ºano do Ensino Médio. Os alunos do EJA estão lendo crônicas e romances brasileiros com a professora Deuzira e o último ano do Ensino Médio, sob orientação do professor Adilson,  A terceira margem do rio, de Guimarães Rosa.

E vocês o que andam lendo?


Em meio a  tantas opções de contos folclóricos
brasileiros, você  conhece  o conto: Pó de Jararaca ?


Dom Quixote gosta tanto de novelas de cavalaria que 
acaba acreditando  que todas as histórias lidas por ele
aconteceram de verdade. Se você gosta de 
histórias de aventuras e muito humor, vai adorar 
ler este clássico da literatura espanhola.



Irônica, cômica ou séria a crônica está a serviço da 
reflexão. É um texto muito gostoso de ser lido, tem linguagem 
coloquial, próxima da oralidade.
Você a  encontra  nas colunas de jornais, revistas e TV.
Os cronistas recontam a aventura de viver em um estilo
 que nos dá enorme prazer e nos faz pensar.




             Será que a nossa vida daria um bom romance? Qual é a primeira coisa que lhe vem à cabeça quando você lê a palavra romance? Narrativas que retratam o drama cotidiano das pessoas,   numa tentativa de recriar o mundo pela escrita ?


Um pai, um filho, um rio, uma canoa.
E qual é mesmo a terceira margem de um rio?

narrar um conto requer talento , força de vontade e um pouco de técnica.





quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Nathália Anatólio Livros - Uma entrevista

 Nathália estuda  no Padre Antão desde a primeira série do Fundamental II. Agora está no primeiro ano do Ensino Médio. Sempre frequentou a biblioteca, mas foi a pouco tempo que ficamos sabendo que além de leitora, ela também é escritora. Em casa tem fama de "quebrar" computadores, então muitas vezes  nos pede para  digitar aqui, o que escreveu em casa. É difícil vê-la quieta em um canto. quando isto acontece, ela está lendo, escrevendo ou vendo sua séries de TV preferidas. 
Entre uma aula e outra, conversamos um pouco sobre sua escrita e suas experiências de leitura.

As histórias de  terror, drama e suspense são as suas preferidas.





















Como foram as suas primeiras experiências de leitura?

Eu sempre fui  focada nos gêneros narrativos  que  chamam a minha atenção: suspense e um pouco de drama. Para falar a verdade, meu gênero favorito é  aquele  que depois da primeira página,  dá vontade de ler o livro completo  de uma só vez. Como por exemplo: O Infinito, da Débora Vitorino, Beijos de Vampiro, de Ellen Schreiber.  Almanaque da Ruth Rocha foi outro livro que gostei  muito em minha infância.  Na verdade, sou muito mais da escrita que da leitura.

O que mais você gostava de ler quando criança? E isso foi mudando?

Eu era de ler livros engraçados como O Manual de Bruxaria ou livros da Disney de fantasia com princesas. Com o passar do tempo,meus gostos foram mudando, comecei a  me interessar mais  nas histórias de  ação, mistério e suspense. Minhas preferências mudaram com a idade.

Você acha que de algum modo a escola, ou algum professor  contribuiu para este interesse pela escrita ?

Sim, pois eles dão  sugestões ou até mesmo dicas de escrita para ajudar a fluir as ideias e assim transformá-las em algo a mais que o próprio pensamento.

E como foi o inicio de sua escrita? Quando escreve, quais são suas inspirações?

Foi aos meus 12 anos de idade. Comecei com uma saga que levou um ano inteiro para ser completada : Vida de Vampiro. Tiro minhas ideias de filmes que já vi e pensei “Poxa acho que posso fazer um livro com algo semelhante a isso.” Ou pego de alguma letra de música que gosto ou histórias que leio ou que me contam. Todos os meus livros são manuscritos. Eu mesma faço a capa, ilustro..

Em sua escrita existe uma preocupação com o tipo de leitor? Fale um pouco da criação de seu blog.

Um pouco. Por eu ter começado aos 12 anos, meus primeiros livros  são meio infantis,mas pretendo aprimorar, pois minha intenção é um dia publicá-los. Desejo mostrar às pessoas meu trabalho e minha criatividade. Muitas amigas e amigos tinham curiosidade de ler o que eu escrevia,  então pensei “Vou fazer um blog” acho que essa foi minha principal inspiração. Passo para o meu blog, tudo que escrevi manualmente, como também vou criando outras histórias. Eu tenho muita necessidade em continuar escrevendo.

Que mensagem você deixa ao jovens que gostariam de ler e escrever, mas acham que não são capazes?

Acho que todos somos capazes, não existem barreiras que nos impeça de pensar ou imaginar algo que desejamos  que outras pessoas leiam. Para despertar o gosto pela leitura tem de ser curioso e não desistir  na primeira leitura que não foi bem sucedida. Minha saga saiu de meus pensamentos e gostei do que eu escrevi. Fico feliz por até hoje escrever livros, mesmo que eu ande um pouco preguiçosa ainda tenho muita inspiração para escrever muito. Preciso da escrita.

Já está com algum projeto novo? Qual ?

Sim, se chamará Sussurros do Além. Será um livro de suspense e terror,  ainda não sei direito como irei produzí-lo, mas minha ideia principal para a criação deste livro é  sobre  uma jovem enfermeira que acaba de ser contratada para trabalhar em uma clinica psiquiátrica . Ainda estou pesquisando sobre isso...



Seus livros manuscritos:






Para quem deseja conhecer um pouco mais sobre  a sua escrita, aqui segue o endereço de seu blog e sua página no facebook.

http://nathaliaanatoliolivros.blogspot.com.br/

terça-feira, 11 de agosto de 2015

E o semestre já começou.


Semestre que se inicia, novos marca páginas chegando, novas doações, e a expectativa para novas aprendizagens e grandes leituras.

Para este período, o grêmio estudantil já começou  realizando reunião para pensar  as novas propostas para a nossa Gincana Cultural 2015. Com o nossa sala de eventos, muita novidade está a caminho.
Você gostaria de participar ativamente, da mesma maneira que participou da  Festa Junina?




Os marca páginas   selecionados para impressão ficaram prontos.

Não ficaram lindos?



Uma história de amor e guerra ou  uma história de amor e vampiros?
O que você prefere?


Uma história acontece em Góias, a outra dentro e fora de Roma.
O que será que há em comum entre elas?

Daniel e Fermín estão de volta em o maior desafio de suas vidas.
Marina só se lembra do que nunca acontece. Dois estilos diferentes, um mesmo autor.
Quem já leu  A Sombra do Vento e O Jogo do Anjo?

Segurando Vela e Maré de  Azar . Para a alegria dos fãs  de Greg.


E ai, o que estão esperando?