quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Literatura Negra nas aulas de História.


Selecionando as leituras
Novembro está acabando, e  deixamos aqui  registrado um pouco das leituras que foram realizadas com a finalidade de trazer o tema da Consciência Negra  para as salas de aula. Utilizamos  os vários espaços da escola, e apresentamos aos alunos a Literatura Negra presente em  poesias, crônicas, contos  e narrativas infantis.  Além de despertar a consciência crítica acerca do tema,  os textos literários também  possibilitaram mostrar  que a cultura negra e africana é tão rica e diversa como qualquer outra. Também  foi  possível eles perceberem como a  cultura africana influenciou a nossa cultura , como  em nossa própria Língua Portuguesa falada no Brasil.
É fundamental que as mudanças na forma de ensinar a história, e a cultura afro- brasileira seja uma prática de todos que estão envolvidos com a educação.     
     
Lucas Marconi - Professor de História

Um bom acervo nós temos.

Lendo  na Sala de Leitura- 6º ano : A Africa, Meu Pequeno Chaka
Lendo o Navio Negreiro no Bosque da Leitura.

Lendo para os amigos : Bojabi, a árvore mágica.
Leitura na  Biblioteca
Leitura do poema Navio Negreiro, na versão do Rapper Slim.
 Na voz de  Gabriel Molinaro :
"Hoje, a senzala só é mais longe da casa dos senhores."


Por meio da versão de o Navio Negreiro,
os alunos tomam contato com a história.
                                                                     
Muitos desejaram ler os versos tão atuais.
A escravidão de ontem, escravidão de hoje.

 Aqui a leitura foi realizada na sala de aula.
 Kennedy dando voz ao poema de Slim

Pausa para a foto depois de muita leitura.
 A Sala de Leitura foi preparada para receber essa turma.
Ler assim é muito melhor! 




sexta-feira, 11 de novembro de 2016

No mês da Consciência Negra, a decoração para o Natal é Afro.

    

Este ano, inspiradas pelo tema da Semana Cultural, decidimos fazer a decoração de Natal , utilizando o tema afro, afinal as cores do continente africano dialogam com as cores do nosso natal tropical. Os alunos estão adorando e nós também. 

Que tal  aproveitar o espaço, que é um convite à leitura, e preparar uma aula  sobre a importância da cultura africana na construção das sociedades contemporâneas? Leituras promovendo outras leituras.  A literatura despertando valores estéticos e humanos, além de proporcionar entrosamento e recriação. Livros juvenis que suscitam reflexões acerca da história e da cultura  afro e afro- brasileira  são ótimas referências para desconstruir visões estereotipadas sobre  estas culturas.

Que tal começar lendo para os alunos, contos da tradição oral desses povos?



 





São tantas as possibilidades de leitura! São tantos títulos maravilhosos!
O que vocês estão esperando?