quarta-feira, 12 de junho de 2013

Namorado,poesia,romance = alegria no coração.




 Que tal compartilhar o prazer da leitura com quem se ama? Neste mês de junho, a procura por histórias românticas não para de crescer: Nicolas Sparks é o mais procurado, a Saga Crepúsculo está sendo lida pelas turmas do fundamental, mas os clássicos românticos também  são lidos: Romeu e Julieta , O morro dos ventos uivantes, Tristão e Isolda, Orgulho e Preconceito, Razão e Sensibilidade, entre muitos outros.
E a poesia , então? Vinicius de Morais, Carlos Drummond de Andrade,Sonetos de Camões, Florbela Espanca e muitos , muitos outros.


Clássicos e atuais: O amor sempre  presente.


DIA DOS NAMORADOS
Carlos Drummond de Andrade

O dia dos Namorados
para mim é todo dia.
Não tenho dias marcados                                                                                                                   
para te amar noite e dia.

O dia 12 de junho,
como qualquer outro, diz

(e disso dou testemunho)
que contigo sou feliz. 


Romances clássicos que inspiram sempre novos escritores.








  O morro dos ventos uivantes foi fonte de inspiração para a Saga Crepúsculo!!!








TODAS AS CARTAS DE AMOR                                    
Fernando Pessoa

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
                        
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,

Como as outras,
Ridículas

As cartas de amor, se há amor,

Têm de ser 
Ridículas.

Mas, afinal,

Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor                                      
É que são ridículas.  
...


Seu amor adora ler e escrever  poesia? Indique então,a leitura dos poemas de Florbela.

Fanatismo
Florbela Espanca                                                                         

Minh’alma, de sonhar-te, anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver !                           
Não és sequer a razão do meu viver, 
Pois que tu és já toda a minha vida !


Não vejo nada assim enlouquecida ...
Passo no mundo, meu Amor, a ler
No misterioso livro do teu ser
A mesma história tantas vezes lida !


"Tudo no mundo é frágil, tudo passa ..."
Quando me dizem isto, toda a graça 
Duma boca divina fala em mim !


E, olhos postos em ti, digo de rastros :
"Ah ! Podem voar mundos, morrer astros, 
Que tu és como Deus : Princípio e Fim ! ..."

Fagner e Zeca Baleiro : Uma interpretação de Florbela.
http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=wpuXPJDhFPA

Mais poesias que falam  sobre amor?



Minha Namorada
Vinícius de Moraes

Se você quer ser minha namorada
Ai que linda namorada
Você poderia ser
Se quiser ser somente minha
Exatamente essa coisinha
Essa coisa toda minha
Que ninguém mais pode ser
Você tem que me fazer
Um juramento
De só ter um pensamento
Ser só minha até morrer
E também de não perder esse jeitinho
De falar devagarinho
Essas histórias de você
E de repente me fazer muito carinho
E chorar bem de mansinho
Sem ninguém saber porque
E se mais do que minha namorada
Você quer ser minha amada
Minha amada, mas amada pra valer
Aquela amada pelo amor predestinada
Sem a qual a vida é nada
Sem a qual se quer morrer
Você tem que vir comigo
Em meu caminho
E talvez o meu caminho
Seja triste pra você
Os seus olhos tem que ser só dos meus olhos
E os seus braços o meu ninho
No silêncio de depois
E você tem de ser a estrela derradeira
Minha amiga e companheira
No infinito de nós dois


Os versos que te fiz
Florbela Espanca

Deixa dizer-te os lindos versos rarosQue a minha boca tem para te dizer!São talhados em mármore de ParosCinzelados por mim para te oferecer
Têm dolência de veludos caros,São como sedas pálidas a arder...Deixa dizer-te os lindos versos rarosQue foram feitos pra te endoidecer!
Mas,meu Amor,eu não tos digo ainda.Que a boca da mulher é sempre lindaSe dentro guarda um verso que não diz
Amo-te tanto!E nunca te beijei...E nesse beijo,Amor,que eu não deiGuardo os versos mais lindos que te fiz!Seja triste pra você
Os seus olhos tem que ser só dos meus olhos
E os seus braços o meu ninho
No silêncio de depois
E você tem de ser a estrela derradeira
Minha amiga e companheira
No infinito de nós dois.

5 comentários:

  1. Muito bacana esse post sobre o dia dos namorados. Não conhecia os poemas de Fernando Pessoa e Vinicius de Moraes e gostei muito dos que vi aqui.

    E para todos os que gostam de um romance, só que não um romance meloso, super recomendo "A Culpa é das Estrelas", mas já vou avisando: se prepare pra se desapegar das personagens!

    E para aqueles que gostam de um romance mais doce, recomendo "Tristão e Isolda", um dos meus preferidos. Só isso, tchau

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paloma,
      Fico muito feliz que tenha gostado do post e dos textos que leu por aqui. Agora se quiser conhecê-los melhor, é só passar lá na biblio, viu? Poder incentivar boas leituras aos jovens é muito prazeroso.Saber que você está descobrindo novas leituras é melhor ainda.

      Excluir
  2. Gostei muito da poesia de Fernando Pessoa porque se conecta muito com a realidade. Também a poesia da Florbela Espanca que eterniza o amor.E para homenagear este dia tão lindo, eu recomendo a leitura do livro ‘’A MARCA DE UMA LÁGRIMA’’, de Pedro Bandeira. Amor,mistério e morte. Ingredientes para agradar jovens leitores.

    ResponderExcluir
  3. Fernando Pessoa é alguém extremamente profundo,que tenta captar os pontos mais fortes da literatura,que além de criar seus próprios aprendizes ele os deu características físicas,mentais e literárias.
    Cada poema apresentado nesse post se mostra simples sobre o assunto :o amor.
    Quando nos apaixonamos por alguém,sentimos algo,um sentimento que mesmo com músicas,imagens,textos,filmes,nada consegue explicar o real sentimento que sentimos por alguém que gostamos.Talvez essa seja a explicação para o que é amar.
    O amor é algo que nunca conseguiremos explicar exatamente o que é,nunca.
    Talvez o amor tenha sido a maior dádiva que um homem e uma mulher sonham,ter alguém que posso segurar em seus braços e te confortar neles talvez seja a a melhor sensação do mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro, Pedro, Pedro,
      Bem que você poderia ler mais Fernando Pessoa.Já leu O Fingidor, de Samir Yasbek? Trata-se de uma peça que nos revela um pouquinho da vida desse grande poeta português.Já tivemos um grupo de alunos fazendo uma apresentação dela na escola.Vale a pena a leitura.Fica a sugestão.
      Obrigada pela participação por aqui e lá na biblio.

      Excluir