segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Literatura Periférica e Penha de França -Expressões do Rosário.

O nosso 3ºPiquenique Literário ocorreu na sala dos professores, em razão do tempo chuvoso. Montamos a nossa mesa de comidinhas juntamente com os  livros da literatura periférica, afinal íamos falar sobre o livro de um autor da Zona Leste, Rodrigo Ciríaco. Tecemos as nossas impressões de leitura sobre sua obra : Te Pego Lá Fora, e durante as nossas falas, lemos a crônica do Sérgio Vaz  " Sonho de giz" dedicada ao escritor quando este  estava  lançando seu primeiro livro. Assim como o poeta Sérgio Vaz, também sentimos em seus contos o lirismo e a "coceira" em nossas feridas. O nosso convidado especial, José Morelli, autor do livro livro: "Penha de França- Expressões do Rosário, também falou da importância em se levar para às salas de aula, textos com os quais os alunos se identificam. Essa foi mesmo a razão da escolha do livro. Os livros de   contos e o de poemas do  Rodrigo são muito disputados na biblioteca da escola. Alguns professores trabalham com seus textos e dali sempre saem boas reflexões.  O autor já esteve em nossa escola com o Sarau dos Mesquiteiros. Também já tivemos a oportunidade de participar de alguns encontros entre o Sarau e escritores da Literatura Periférica.  Sérgio Vaz, Nelson Maca e Clayton Mendes já marcaram presença no Centro Cultural da Penha. Todos eles foram convidados pelo Sarau dos Mesquiteiros.


José Morelli  também escreve boas histórias e crônicas de nosso bairro. Elas saem publicadas no jornal do bairro, Gazeta Penhense. A presença do escritor e morador apaixonado pelo bairro onde nasceu e vive, foi muito especial para nós. Além de nos contar sobre todo o  processo de pesquisa e  escrita do livro, nos revelou a verdadeira história do Padre Antão, o qual teve o privilégio de conhecer. Toda a história sobre a Irmandade da Igreja do Rosário dos Homens Pretos da Penha de França,suas festas e luta para que esse patrimônio  histórico e cultural seja preservado, estão no livro que tem fotos incríveis e memoráveis.  Morelli também faz parte do Movimento Cultural da Penha e  esteve presente na  primeira comissão  de festa e participa de todas elas. A Festa  do Rosário dos Homens Pretos  de Penha de França já está em sua  16º edição.  E para acompanhar todas essas histórias e ainda conhecer o nosso clube de leitura , ainda contamos com a presença do professor  João Vatapá, responsável pelas páginas : Venha que sou da Penha e Diarinho da Penha. 












Agora só está faltando uma Festa Literária na Penha!!!!!!!!! O Bosque da Leitura e  João Vatapá já estão pensando nisso!

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Novembro de baladas, festas e piqueniques.

      


 A Balada Literária homenageia Torquato Neto (poeta, compositor, jornalista e nome importante do movimento Tropicalista) e acontece de 08 a 12 de novembro, em vários espaços culturais da cidade. A Festa da Literatura Negra- Fliksampa é promovida pela Faculdade Zumbi dos Palmares e pela organização não governamental Sociedade Afro Brasileira de Desenvolvimento Sócio Cultural (Afrobras).  O escritor Paulo Lins, de Cidade de Deus ,será o Patrono.O Festival do Livro e da Literatura de São Miguel, que este ano acontece nos dias 8, 9 e 10 de novembro e tem como tema "Letras Pretas: poéticas de corpo e liberdade".
 Além destes três grandes eventos literários na cidade de São Paulo, muitos outros já estão acontecendo nos espaços culturais. Todos com grande programação  voltada para o mês da Consciência Negra.  A programação completa está nos links abaixo:

Além disso, o nosso 3º Piquenique Literário , do Programa Escola da Família, acontece dia 11/11, a partir das 10 h. Neste dia vamos conversar sobre a grande empatia de nossos jovens pela escrita do autor Rodrigo Ciríaco.




terça-feira, 31 de outubro de 2017

Sobre bruxas, vampiros, fantasmas e monstros.




 Dia das Bruxas: uma data  que   aproxima   os alunos da  literatura de terror, mistério e suspense. Momento para quebrar a monotonia, a normalidade do dia a dia , vestir uma fantasia, e sair por ai explorando e conhecendo outros mundos e diferentes culturas.
E como os alunos gostam da literatura que explora o mundo sobrenatural, as forças ocultas, os mistérios inexplicáveis! Nem precisou divulgar a data, como é  costume neste período, o aumento por esta literatura é bem grande. Por isso mesmo, já deixamos um espaço reservado para que eles encontrem com facilidade os títulos disponíveis. Penso que a leitura deste gênero literário  permite  ao leitor visitar  mundos sombrios e compreendê-los de outros modos, outras possibilidades. Eles deixam -se levar por histórias de bruxas, monstros, fantasmas, zumbis, e deslumbram-se com as ilustrações e a forma como as  histórias são contadas. O bruxo mais querido entre as nossas crianças  ainda  é  Harry Potter. Nesse mês de outubro, ele é sempre muito procurado!
Saber que a literatura pode ser incentivada de diversas maneiras é sempre muito bom!  Além de oferecer doces ou travessuras, você também pode presentear uma criança  com livro de terror adequado a sua idade! 




   

       
                

            

                               

                    


Quando deixamos os títulos visíveis, a escolha  é  sempre certa.


Quem  disse que não tem leitura nas travessuras e gostosuras?






quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Outubro : mês dos livros, da leitura, das bibliotecas escolares, dos poetas, dos professores.



Somente neste mês, comemoramos três datas dedicadas ao livro e  à leitura : Dia Nacional da Leitura, Dia Nacional do Livro,  mês Nacional  e Internacional das Bibliotecas Escolares, e  também o Dia do Poeta.
Para celebrarmos datas tão especiais e enriquecedoras  só mesmo  melhorando a nossa recepção com o nosso bem mais precioso: os nossos jovens alunos leitores! Então até o final do mês, desejamos convidá-los para  montagem de um painel com fotos de seus livros preferidos. Além disso, estamos organizando brincadeiras e sorteios de livros tão desejados por vocês.  Não há nada melhor para comemorar estas datas, do que  trocarmos impressões sobre o que estamos lendo, não é? Então vamos aproveitar para fazer isso durante nossas visitas à biblioteca? E quem aqui deseja ler para alguém? Vamos agendar aquela visita às crianças que estão esperando por nós? E o que acham de  participar da comunidade leitora, que promove, uma vez por mês , um clube de leitura na escola? A Maiara iria amar receber vocês para um bate papo sobre livros e leituras. E que tal aceitarmos os desafios dos professores que  indicaram a leitura de  obras clássicas  como Dom Casmurro, Prof. Adilson, e prof. Patrícia com o Projeto : Lendo Literatura Contemporânea Lusófona? São tantas as possibilidades de  novas aprendizagens e novos desafios! Temos  tantas alunas  e alunos admiráveis que são alimentados por sonhos e ideais!  Você pode não ter percebido, mas há uma escola oculta, que apesar de tudo, caminha para um outro mundo possível, e ela passa por aqui, pela biblioteca. Pode observar. 
Temos muito para comemorar! Viva as bibliotecas, os livros, os leitores, os bibliotecários  e os mediadores de leitura! E claro, viva os professores leitores! 

     


     

      

      

    
                 

      

  




E como vocês puderam perceber, não é só aluno que lê e frequenta a biblioteca da escola. Vocês já perguntaram aos seus professores o que eles estão lendo? Vamos perguntar?









quarta-feira, 4 de outubro de 2017

2° Piquenique Literário no Bosque da Leitura


O nosso primeiro Piquenique Literário ocorreu em 16 de setembro,  com a leitura do livro: Laços de Família , de Clarice Lispector. O encontro contou com a participação de educadores da Escola da Família, alunas de Psicologia da UNIP, professores da escola, ex- aluna  e estudante de Pedagogia e participantes das atividades que  são realizadas aos finais de semana.  Comentamos livremente acerca de nossas impressões sobre os contos lidos, bem como  fizemos reflexões sobre os temas  ali tratados.  Partilhar leituras é enriquecer a  nossa leitura individual. É também  motivar a formação de novos leitores, além de possibilitar   devolver o prazer da leitura a alguém que o tenha perdido.
Para o mês de outubro, a proposta de quem esteve presente  foi que fizéssemos a leitura do livro:
Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire.   Mesmo sendo um livro cuja temática esteja voltada para a educação, a psicologia e a  formação profissional, o autor faz uso  de linguagem poética e  com  grande sensibilidade,  trata de tema tão importante para todos: a educação de nossas crianças e jovens. Então fica o convite.



Vamos compartilhar saberes e sabores?







"É preciso que a leitura seja um ato de amor." Paulo Freire